Um camaleão mudando de cor

Vozes

Você é um mobilizador ou sintetizador de espaço de trabalho? E por que isso importa?

Reading Time: 4 minutes

Relacionar-se bem com colegas pode ser desafiador… mas compensa. Sarah Walker conversou com a autora Catherine Stothart sobre as melhores formas de abordar diferentes tipos de personalidade no espaço de trabalho

 

Seja por causa de um membro da equipe que não está fazendo sua parte, um conflito de personalidades, um colega que confunde os limites entre trabalho e lazer ou alguém que assume o crédito indevidamente pelo trabalho de outra pessoa, a vida no escritório sempre apresenta conflitos.

Com a pressão cada vez maior sobre os profissionais e a tecnologia tornando a comunicação mais rápida e ininterrupta, poderíamos imaginar que a tendência para discussões no espaço de trabalho está maior do que nunca.

A vida não seria mais fácil se todos nos déssemos melhor? A consultora e coach de liderança, Catherine Stothart, acredita que isso é possível, se nos conscientizarmos sobre a forma que interagimos uns com os outros.

"Ao nos comunicarmos, geralmente temos uma intenção positiva, mas às vezes passamos uma impressão negativa", ela explica. Cada pessoa tem um estilo de interação que se encaixa em uma de quatro categorias: mobilizador, navegador, energizador e sintetizador, completa ela.

Embora estes estilos, que se baseiam nos tipos de personalidade desenvolvidos pela psicóloga Linda Berens na década de 1980, não sejam avaliações de nossas personalidades na íntegra, conhecer cada estilo e como eles se relacionam conosco e com nossos colegas ajuda a melhorar nossa comunicação. Como Stothart define em seu livro mais recente, How to Get on With Anyone, isso leva a menos confrontos e a um espaço de trabalho mais feliz e sem conflitos.

1. O mobilizador

Como reconhecê-los: os mobilizadores gostam de colocar as coisas em prática, rapidamente. Eles são vistos como pessoas determinadas, simples e diretas. Uma forma fácil de identificar os mobilizadores é através de sua tendência para falar e se movimentar rapidamente. Eles ficam estressados quando sentem que nenhuma atitude foi tomada.

Como se comunicar com eles: os mobilizadores são o tipo de pessoa que olha para o relógio o tempo todo durante reuniões longas. "Às vezes podem parecer muito impacientes ou exigentes", diz Stothart. "Se quiser se dar bem com um mobilizador no trabalho, informe-o sobre o que você fará, e quando fará." Se você sabe que tem um estilo mobilizador, pense em uma forma de desacelerar e reunir as pessoas.

O que dizer para um mobilizador: "Terminarei isso até as 17h de hoje".

O que não dizer para um mobilizador: "Eu não sei quando posso fazer isso, não acho que seja possível".

2. O navegador

Como reconhecê-los: os navegadores são planejadores que gostam de definir as coisas sem pressa, considerando todas as possibilidades. São pessoas concentradas, calmas e metódicas. É possível identificar um navegador por sua característica de lidar com o trabalho como se estivessem estudando para uma prova. "Às vezes podem parecer lentos ou pedantes", diz Stothart.

Como se comunicar com eles: "Para se dar bem com um navegador no trabalho, diga que quer conversar sobre o planejamento dele", sugere Stothart. "Se você for um navegador, é importante mostrar um pouco de cordialidade com seus colegas, participando das conversas, para não parecer tão sério."

O que dizer a um navegador: "Vamos definir um plano claro."

O que não dizer para um navegador: "O que você acha de discutir outras opções?"

Uma fileira de lápis

Há diversos tipos de personalidades no trabalho. Entender como seus colegas se comunicam permite que vocês falem a mesma língua

 

3. O energizador

Como reconhecê-los: o energizador é o motivador do escritório. Com um entusiasmo aparentemente sem limites, eles pulam de cabeça em novas tarefas e são extremamente envolvidos com a rotina do escritório, seja competindo por um novo cliente importante ou organizando um happy hour. Geralmente são pessoas motivadoras e persuasivas, mas ficam estressados quando outras pessoas não compartilham de seu entusiasmo.

Como se comunicar com eles: eles podem parecer caóticos e fazer com que os outros se sintam confusos, diz Stothart. Se você quer se relacionar bem com um energizador, encontre formas de colaborar com ele. Se você for um energizador, tente desacelerar e falar menos.

O que dizer a um energizador: "É uma excelente ideia, vamos falar mais sobre ela."

O que não dizer para um energizador: "Eu não gosto desta ideia, não quero me envolver."

4. O sintetizador

Como reconhecê-los: os sintetizadores se esforçam para conseguir sempre os melhores resultados no trabalho. Seja fazendo anotações meticulosas durante as reuniões ou criando apresentações detalhadas no PowerPoint, eles vão além para conseguir os resultados esperados. Portanto, eles gostam de aproveitar o tempo para coletar o máximo de informação possível antes de tomar decisões. Geralmente são bons ouvintes e passam a impressão de serem pessoas muito acessíveis no escritório.

No entanto, eles podem parecer indecisos e confusos, diz Stothart. E, se sentirem que não têm tempo suficiente para trabalhar em um projeto, ou não levarem o crédito pelo que fizeram, podem ficar irritados.

Como se comunicar com eles: "Para se aproximar de um sintetizador, ofereça o tempo necessário para que ele trabalhe em um projeto e dê os devidos créditos pelos seus esforços durante o percurso", diz Stothart. "Se você for um sintetizador e quiser se relacionar melhor com seus colegas, seja mais decidido e avise-os quando você tomar decisões."

O que dizer a um sintetizador: "Quanto tempo você gostaria de ter para finalizar esta tarefa?"

O que não dizer a um sintetizador: "Responda com sim ou não"

 


Sarah Walker é uma jornalista do Reino Unido que escreve sobre negócios e tecnologia

O livro de Catherine Stothart, "How to Get On with Anyone: Gain the Confidence and Charisma to Communicate with Any Personality Type", foi publicado pela Pearson